• Estudo sugere que dieta rica em fibras protege contra alergias alimentares

    Estudo sugere que dieta rica em fibras protege contra alergias alimentares

    Um estudo feito em camundongos sugere que a adoção de uma dieta rica em fibras pode prevenir a ocorrência de alergias alimentares severas. A pesquisa, feita com camundongos, foi publicada na revista “Cell Reports” na semana passada.

    Tentando encontrar uma explicação sobre por que a ocorrência de alergias alimentares tem aumentado nos últimos anos, pesquisadores da Universidade Monash, na Austrália, submeteram roedores a duas dietas diferentes: uma com maior quantidade de fibras do que a outra.

    Os resultados mostraram que os camundongos que consumiram alimentos ricos em fibra tiveram menos alergias severas a amendoim do que o outro grupo. Isso porque, segundo os cientistas, a dieta rica em fibra muda a flora intestinal, ou seja, as bactérias que habitam o intestino, de modo que essas “bactérias boas” sejam capazes de proteger contra as alergias.

    As bactérias do intestino quebram as fibras dos alimentos em subprodutos, entre os quais ácidos graxos que têm uma ação junto ao sistema imunológico que leva à prevenção de alergias severas. O estudo traça um caminho para o desenvolvimento de uma possível droga contra alergias alimentares.

    “Sentimos que a incidência aumentada de alergias alimentares nos últimos dez anos teria de estar relacionada à nossa própria dieta e ao nosso próprio microbioma em vez de uma falta de exposição a micróbios do ambiente – a chamada ‘Hipótese da Higiene'”, diz o imunologista da  Laurence Macia, um dos autores do estudo.

    “É provável que, em comparação a nossos ancestrais, estejamos comendo quantidades inacreditávies de gordura e açúcar e comendo quantidades fibras insuficientes”, diz Charles Mackay, outro autor do estudo. “E esses achados podem estar nos dizendo que precisamos ter um consumo maior de fibras, não apenas para prevenir a alergia alimentar, mas possivelmente outras condições inflamatórias”, observa o pesquisador.

    Fonte: G1.com | http://glo.bo/29aCrzI

    Leave a reply →